EU E O PAI SOMOS UM

A vida é feita de altos e baixos. Uma vez passamos uma encarnação nas alturas com fortuna e poder, outra estaremos na miséria ou pouco abaixo  da média.

Geralmente quando passamos por vidas na fartura e opulência, esquecemo-nos das nossas obrigações cristãs.

Nessas vidas geralmente criamos karmas negativos, praticando o mal ou pelo menos deixando de olhar para baixo desprezando nossos semelhantes inferiores. Para repararmos esses erros acabamos enfrentando encarnações em situações precárias e as vezes com muito sofrimento.

Pessoas de bem como um médico, um advogado ou qualquer outras profissões, muitas vezes passam a vida toda com um comportamento razoavelmente bom mas se enveredassem na vida política deste pais, nas atuais condições de imoralidade que ele se encontra, muitos desses pseudo honestos (que a oportunidade ainda não o fizeram ladrões) não aguentariam as tentações de se tornar milionários da noite para o dia.

¨Ignoti nula cupido¨. Não se deseja o que não se conhece.

Por essa razão é que afirmo que pessoas honestas, enquanto não tiverem essas oportunidades, passarão uma vida inteira como cidadãos de bem como o irmão do filho pródigo que ficou em casa e sempre fez tudo direitinho, mas a sua bondade era uma pseudo bondade, pois não tinha vivido a vida mundana das encarnações, provado o fruto do bem e do mal, experimentado as dores do inferno.

Quando um ser de evolução mediana como a nossa; e eu me refiro ao trigo e não ao joio; ele que ainda só usa dez por cento de seu poder mental, não tem previsão de em um futuro próximo sofrer as consequências de seus atos ilícitos como tem ocorrido atualmente com a operação lava a jato, se é que ficar preso em uma mansão com quadras esportivas e tudo mais possa ser chamado de pena.

Mas o pior é que só vamos tomar consciência desse fato depois de termos passado por essas experiências ao longo de futuras vidas na matéria.

Por tanto ao contrário do que afirmam alguns, que há dois caminhos, o da dor e o do amor, prefiro entender que há um só caminho, aquele que começa com a dor e em dado momento se transforma em amor.

A parábola do Filho Pródigo deixa isso bem claro.

Quando ele está dando lavagens aos porcos, é o momento dessa transição.

Ai então ele volta para a Casa do Pai, procura o caminho do amor e a sua integração com Deus.

Do livro FEITOS, FRASES E DITOS CELEBRES de meu avô Cel. José Sandoval de Figueiredo.

Rico avarento.

Muitas vezes tens ouvido, diz Vieira, a história daquele rico sem nome, e do pobre chamado Lazaro. O rico vivia em palácios dourados, e lazaro ao sol e à chuva jazia na rua; o rico banqueteava-se esplendidamente todos os dias, e Lazaro para matar a fome não alcançava as migalhas que caiam de sua mesa. Pode haver maior diferença de fortunas? Todos os que passavam e viam as delicias do rico, invejavam a sua felicidade; e todos os que não tinham asco de por os olhos em Lazaro tinham compaixão de sua miséria. Senão quando chegou ali de repente, a morte, deu com o pé na roda da fortuna, e foi tal a volta em um momento que Lazaro se achou descansado no seio de Abrahão, o rico ardendo no inferno. Clamava, o triste por alívio, quando já não era tempo de remédio, e pedia uma gota d´agua a quem não tinha dado uma migalha de pão. Mas que resposta tiveram os seus clamores? Respondeu-lhe Abrahão com este último desengano e tão justa como tremenda sentença: Lembra-te, filho do outro tempo e do outro mundo, e não estranharás que na tua fortuna e na de Lazaro veja uma grande mudança; tu na tua vida, gozaste os bens; e Lazaro padeceu os males. Digam-me os ricos quem foi este rico? E os pobres quem foi este Lazaro? O rico foi o que são hoje os pobres escravos.

Fabio A. S. Prado

ocultista

 

Anúncios

Publicado por

Blog Do Fábio Prado

Este blog visa criticar a situação caótica da vida social, politica e religiosa deste pais. Tudo que escrevo e talvez se Deus me permitir escreverei faz parte daquela verdade que acredito e há muitos anos venho estudando, pode não ser a sua verdade ou a verdade verdadeira, mas venho notando que no mundo há duas facções de pessoas, as que acreditam na reencarnação e as que não acreditam. É para aquelas que acreditam que vou tentar passar um pouco dos conhecimentos que adquiri ao longo desta existência. Peço a Deus que ilumine meus pensamentos e guie meus passos nessa trajetória de tentar me tornar um arauto do Senhor. Que a paz e o amor de Jesus esteja conosco agora e sempre. Não reparem a minha escrita pois só tenho o curso primário. Fabio A. S. Prado Ocultista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s