Os hebreus parte I

As três regiões habitadas pelos hebreus na época de Jesus: Samária, Galiléia e Judéia.

As quatro religiões dos hebreus: Judeus, samaritanos, fariseus e saduceus.

Os samaritanos eram os protestantes daquela época, construíram um templo só para eles.

Os fariseus formavam outra facção de hipocrisia e soberba, embora fossem na sua maioria pobres. Seu grande mestre Hilel pregava: ¨Se teu inimigo cai, não te rejubile, sob pena que Deus te lance olhares irritados, e faça de ti alvo de sua cólera. Coloca-te sempre ao lado dos oprimidos, e não ao lado dos opressores. Desconfia de ti até o dia da tua morte.¨ Eram demasiadamente asseados com os utensílios domésticos e as lavagens das mãos antes das refeições, daí a resposta de Jesus ao fariseu: ¨Não é o que entra pela boca do homem que o faz impuro, mas sim o que sai de sua boca que o torna impuro.¨ Mateus XV, 10.

Os saduceus outra seita dissidente do Judaísmo pelo ano 248 AC formada por Sadoc, eram materialistas e sensualistas, formavam a maioria no templo de Jerusalém.

Além destas quatro religiões, haviam os Nazarenos que usavam cabelos compridos, Sansão e João Batista eram nazarenos, faziam voto de castidade e abstinência a bebidas. Viviam na região da Galileia e acabaram formando a cidade de Nazaré que naquela época era considerada uma tribo.

Os Essênios eram mais elevados e viviam em mosteiros espalhados pelos montes da Palestina.

Os terapeutas eram essênios que viviam andando pelas cidades e matas curando as pessoas e ajudando-as em seus problemas, de qualquer que fosse sua ordem, eram como médicos e advogados ao mesmo tempo, sem cobrar ou mesmo esperar pelos seus trabalhos qualquer recompensa.

Os essênios tinham sete graus de iniciação. Os terapeutas em geral variavam da primeira a terceira iniciação.

Nos mosteiros só ficavam os anciões da quarta a sétima iniciação.

Os Nazarenos também congregavam das iniciações essênias, sendo que na sua maioria só atingiam até a terceira iniciação. José pai de Jesus era essênio de terceiro grau.

Jesus era nazareno mas foi criado pelos essênios recebendo o mestrado de sétimo grau, foi também iniciado no Tibét e nos mistérios do Egito.

Hebreus – Abraão foi seu primeiro patriarca que viveu em 1900 ac na cidade de Harã na Mesopotâmia.

Abandonou Harã em direção a Nacor.

No século XIII ac Moisés conduziu os filhos de Israel pelo deserto, após a fuga do Egito.

Israel foi o nome que Jacó, pai de José (o José do Egito) recebeu de Jehovah durante sua inumação. (Gênesis 32.28)

Pesquisadores do século XX puderam confirmar que José deu terras a seus irmãos e quando seu pai morreu foi embalsamado. Ai se deu o início da imigração dos israelitas no Egito.

Os Egiptólogos determinaram também que no ano 1730 ac os egípcios foram assaltados e dominados pelos Hicsos, tribo semita de Canaã e da Síria encerrando 1300 anos de dinastia.

A palavra semita que caracteriza os filhos de Sem foi usada pelos egípcios com desprezo aos habitantes da areia, portanto semita significa habitantes da areia.

Os egípcios desprezavam os nômades que como pastores criavam jumentos, ovelhas e cabras.

Foi por volta do domínio dos Hicsos no Egito que José teve a vida que teve e chegou a vice-rei. Mas o domínio hicso durou 150 anos.

Em Tebas 1580 ac o príncipe egípcio Ahmose, filho de Sekenenre empreendeu guerra contra o soberano hicso Apofis e restabeleceu o domínio, tomando Canaã e fazendo da Palestina uma província egípcia.

Ao norte da Mesopotâmia, os egípcios encontraram o reino de Mitani ao qual se degladiaram em guerras sangrentas por muito tempo, até que as mitanitas se casaram com príncipes egípcios sendo a mais famosa, a rainha Nefertiti casada com Amenófis IV o rei sol egípcio Achnaton.

Os mitanitas logo foram derrotados por um outro rei, o dos hititas em 1370 ac que eram um povo indo germânico e que se tornaram uma nova pedra no sapato dos egípcios.

A rainha egípcia Anches-Em-Amon, filha de Achnaton e Nefertiti, casada com Tutancamon ficou viúva e escreveu ao rei hitita Suppiluliumas lhe pedindo um filho em casamento, o qual foi assassinado durante uma viagem.

Setenta e cinco anos depois, Ramisés II ¨o grande¨ guerreou com os hititas por quinze anos numa batalha que acabou num acordo de paz. Ramisés teve como recompensa uma esposa hitita, isso em 1280 ac.

Foi esse Ramisés II que oprimiu e escravizou os israelitas.

¨E os Egípcios odiavam os filhos de Israel, e os afligiam com insultos; e faziam-lhes passar uma vida amarga com penosos trabalhos de barro e tijolos¨Ex. 1. 13,14.

Nesse cenário de dor do povo hebreu, entra em cena Moisés para livra-los das garras de Ramsés II.

Da cidade Pi-Ramsés-Meri-Amon conhecida na bíblia como Ramesses partiram numa jornada de 40 anos no deserto que em Números 33 está descrita toda a trajetória.

Do fim da longa peregrinação chegaram a Canaã, a terra prometida.

Do alto do monte Nebo Moisés contempla a Palestina e se despede da vida.

Lá haviam cinco reinos, no Hermon, o reino de Basan; em Seon, dos Amoreus e Amon, na costa oriental do Mar Morto o reino do Moab e ao sul Edon.

Com muito sacrifício e se conscientizando da necessidade de se armarem, conseguiram conquistar os Amoreus, depois o reino de Basan. Assim conquistaram o seu primeiro território que ia da Jordânia oriental desde o rio Armon até as margens do lago de Genezaré.

Josué, sucessor de Moisés conquista Jericó em sete dias.

Jericó a cidade mais antiga do mundo conta hoje com sete mil anos.

Nessa mesma época os Filisteus, povos bárbaros com homens altos armados de escudos e espadas de bronze, com carros de bois pesados com rodas maciças puxados por zebus, carregados de utensílios domésticos e mantimentos com mulheres e crianças, invadem a Síria, a cidade de Carquemis no Eufrates, e destroem tudo até o vale do Orontes e as ricas cidades da Feníncia, Ugarit, Biblos, Sido e Tiro. Pelo mar seus navios tomam a ilha de Chipre, assaltam as minas de prata de Tarso e roubam o segredo da fundição do ferro, naquela época o metal mais valioso do mundo.

Ramsés II (1195 a 1164 ac) bem informado…

 

 

Fabio A. S. Prado

ocultista

 

 

 

 

Anúncios

Publicado por

Blog Do Fábio Prado

Este blog visa criticar a situação caótica da vida social, politica e religiosa deste pais. Tudo que escrevo e talvez se Deus me permitir escreverei faz parte daquela verdade que acredito e há muitos anos venho estudando, pode não ser a sua verdade ou a verdade verdadeira, mas venho notando que no mundo há duas facções de pessoas, as que acreditam na reencarnação e as que não acreditam. É para aquelas que acreditam que vou tentar passar um pouco dos conhecimentos que adquiri ao longo desta existência. Peço a Deus que ilumine meus pensamentos e guie meus passos nessa trajetória de tentar me tornar um arauto do Senhor. Que a paz e o amor de Jesus esteja conosco agora e sempre. Não reparem a minha escrita pois só tenho o curso primário. Fabio A. S. Prado Ocultista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s